Cerca de 120 festas ilegais encerradas pela PSP e GNR desde janeiro

Entre janeiro e abril, período de estado de emergência e confinamento para fazer face à pandemia de covid-19, a PSP detetou 93 festas ilegais e a GNR 24 em várias zonas do país.

A Polícia de Segurança Pública detetou seis festas ilegais em janeiro, 41 em fevereiro, 28 em março e 18 em abril.

A Guarda Nacional Republicana encerrou três festas em janeiro, oito em fevereiro, sete em março e seis em abril.

Numa resposta enviada à Lusa, a PSP refere que estas 93 festas não cumpriam as regras sanitárias em vigor no âmbito do estado de emergência, em que estão proibidos os ajuntamentos e aglomerações de pessoas.

A PSP sublinha que estas festas, após terem registado um aumento no início de março, entraram “em franco decrescimento”, apesar de se verificar a tendência de ajuntamentos de um maior número de pessoas no mesmo espaço.

Esta força de segurança indica que não se registaram detenções, uma vez que as pessoas responsáveis pela organização das festas têm acatado as ordens de encerramento apresentadas pelos polícias.

Você leu a postagem:Cerca de 120 festas ilegais encerradas pela PSP e GNR desde janeiro

Leave a Reply