Cloreto de sódio (sal de cozinha)

O cloreto de sódio é um formado iônico de fórmula molecular NaCl, aplicado na culinária, para temperar e preservar carnes e texturizar queijos, e na medicina, para reidratar o organização e repor os eletrolitos. É indispensável para o bom funcionamento do corpo humano, pois os íons provenientes do sal estão presentes nos nossos sistemas nervoso, muscular e estomacal.A principal forma de obtenção do sal de cozinha é por extração da chuva marinha, feita pela evaporação.

Leia também: Eletrólise do cloreto de sódio – processo e produtos

Propriedades do cloreto de sódio

  • Fórmula molecular: NaCl
  • Paisagem: sólido, branco
  • Densidade: 2,165 g/cm³
  • Ponto de fusão: 801 °C
  • Ponto de ebulição: 1413 ºC
  • Solubilidade: solúvel em chuva.
  • Condutividade: é um sal condutor quando dissociado em meio aquoso.

Elaboração química do cloreto de sódio

A constituição da molécula de cloreto de sódio é dada por um corpúsculo de cloro (Cl) e um corpúsculo de sódio (Na), na proporção de 1 para 1. Os átomos dessa molécula são conectados por relação iônica e formam íons Na + e Cl quando dissociados em meio aquoso.

Representação da molécula cloreto de sódio e seu arranjo cristalino.
Representação da molécula cloreto de sódio e seu reparo cristalino.

Obtenção do cloreto de sódio

Atualmente a principal manancial de obtenção do cloreto de sódio dá-se pela evaporação da chuva do mar, um processo semelhante à destilação simples, só que nele é feita exclusivamente a coleta do soluto, o sal, nosso item de interesse.

A chuva do mar passa por tanques ou placas evaporadoras, reservatórios rasos que abrangem uma extensa dimensão, e quando acontece a concentração dessa salmoura, chegando-se ao ponto de maturação, a chuva que restou no reservatário é retirada e volta para o mar, e portanto é verosímil fazer a coleta do sal que ficou precipitado no fundo.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Em seguida, o cloreto de sódio passa por um processo de lavagem para retirar-se as impurezas, porquê sobras orgânicos e minerais que não são de interesse, porquê magnésio (Mg) e cálcio (Ca), e portanto pelo beneficiamento.

O beneficiamento do sal é oferecido de convénio com o orientação de interesse. O sal para consumo humano, por exemplo, é adicionado de iodo (I) para suprir as necessidades do corpo, evitando assim, por exemplo, doenças decorrentes de distúrbio da tireoide, porquê o bócio.

A coleta do sal é feita após processo de evaporação.
A coleta do sal é feita em seguida processo de evaporação.

Emprego do cloreto de sódio

O cloreto de sódio é uma substância química presente no cotidiano, um item indispensável da culinária, usado tanto para temperar quanto para preservar vitualhas perecíveis, porquê a músculos.

A propriedade higroscópica (que absorve a chuva) do sal proporciona um envolvente improdutivo para muitos microrganismos, bactérias responsáveis pelo putrefacção do manjar e proliferação de toxinas (que são prejudiciais a nossa saúde) e que não conseguem sobreviver em um meio de elevada pressão osmótica (pressão submetida à músculos pelo “roubo” de líquido provocado pelo sal).

Aplicado no ramo substancial para manipulação da textura de alguns vitualhas, porquê o queijo, que é “curado” (endurecido) com auxílio do sal, o sal também é usado para controlar a levedação no processo de fabricação de pães, queijos, linguiças e conservas.

Ainda, é utilizado medicinalmente na constituição do soro fisiológico, em uma concentração de 0.9 g de cloreto de sódio para cada 100 ml de solução, sendo uma solução isotônica em relação ao corpo, ou seja, tem a mesma concentração de sais dos líquidos corporais. É utilizado para lavagem de mucosas e gestão intravenosa quando necessário, e para reposição líquida e eletrolítica no organização.

O cloreto de sódio é a principal matéria-prima utilizada industrialmente para extração de cloro (Cl2), soda cáustica (NaOH) e hipoclorito de sódio (NaClO).

Veja também: Ácido sulfúrico – substância química mais usada pela indústria

Relevância do cloreto de sódio

O cloreto de sódio é indispensável para o bom funcionamento do corpo humano. Os eletrolitos provenientes do sal estão presentes nos processos:

  • de contração muscular, incluindo músculos cardíacos;
  • de sinapses ou impulsos nervosos (reação de transmissão elétrica);
  • de transporte dos gases dióxidos de carbono das células até o trato pulmonar;
  • de aspiração de potássio pelo tripa magro, potássio que age no relaxamento muscular;
  • do pâncreas, para a liberação de insulina.
As sinapses elétricas acontecem em meio iônico, no qual podem estar presentes íons provenientes do cloreto de sódio.
As sinapses elétricas acontecem em meio iônico, no qual podem estar presentes íons provenientes do cloreto de sódio.

Exercícios resolvidos

Questão 1 – Qual o tipo de interação atômica que acontece na molécula que compõe o sal de cozinha (NaCl)?

A) Relação metálica

B) Relação covalente

C) Relação iônica

D) Relação dipolo-dipolo

E) Relação do tipo covalente-dativa

Solução

Selecção C. O sal de cozinha possui os átomos de sódio e cloro unidos por relação iônica, pois são elementos que têm significativa diferença de eletronegatividade entre si. A relação iônica acontece entre um metal e um ametal; no caso do cloreto de sódio, o metal sódio (Na) doa um elétron para o ametal cloro (Cl), ficando assim ambos estáveis eletronicamente.

Questão 2 – (Unifor-CE) A boa condutibilidade elétrica das soluções aquosas de cloreto de sódio deve-se ao movimento de:

A) elétrons livres.

B) elétrons compartilhados

C) moléculas solvatadas

D) moléculas dispersas

E) íons dispersos.

Solução

Selecção E. A dissociação do NaCl resulta na formação de íons dispersos, íons que, por estarem livres, terão fardo, possibilitando, assim, a transmissão de manante elétrica. 

Questão 3 – O sal de cozinha é obtido principalmente da chuva do mar, assinale a opção do nome do procedimento para extração do sal.

A) Filtragem

B) Secagem

C) Decantação

D) Evaporação

E) Destilação

Solução

Selecção D. O processo para extração do cloreto de sódio da chuva do mar é feito por evaporação, processo semelhante à destilação, mas nele não há coleta do líquido final, exclusivamente do soluto. A evaporação para extração do sal é feita submetendo a chuva do mar ao calor do Sol, até que aconteça gradativamente a concentração e precipitação do sal presente na solução.

Você está assistindo: Cloreto de sódio (sal de cozinha)

Website :https://portowords.com

Leia mais:  Quem é a Wonder Woman?

Leave a Reply