Está confirmado! Esta esplanada é um Sítio de Gente Feliz

Miguel Gonçalves tem o dom da cozinha e a serenidade originário de quem sabe receber no seu Sítio de Gente Feliz, arte partilhada com a mulher, Joana Brito, imparável e prestável a cada segundo no que ao serviço de mesa diz reverência. Em contrapartida, as sonoridades chillout, entre outros estilos musicais, favorecem em contraciclo a rapidez do serviço deste restaurante instalado no Núcleo Cultural de Vila Fria, no concelho de Oeiras, e acompanham o envolvente cool vivido em cada mesa que, no seu conjunto, cumpre as regras do distanciamento recomendado nos nossos dias.

Sítio de Gente Feliz

Enquanto isso, Miguel Fernandes e a sua pequena equipa cozinham para o dia. “De manhã, vou às compras e escolho o que vai ser o almoço consoante o que houver.” O peixe faz segmento dos pratos do dia, mas a músculos impera no restaurante, em pessoal o porco alentejano “que cá é rei”, diz-nos. As carnes têm porquê origem um pequeno produtor de Alcoutim – Feito no Zambujal – de quem é colega de longa data.

“A teoria é que venham sem saber o que vão manducar. Perguntamos sempre se é a primeira vez cá e porquê vieram cá parar.” Depois da pergunta habitual sobre as alergias, que pode ser esclarecida aquando da suplente, o passo seguinte é permanecer nas mãos de Miguel Gonçalves que, há mais de duas décadas, se dedica à restauração a partir da cozinha. A calcular pela adesão, a fórmula resulta!

Sítio de Gente Feliz DR

Pão de Mafra, chouriço e óleo podem constar no menu do dia do Sítio de Gente Feliz, assim porquê os croquetes com molho de mostarda, entre um ou outro petisco servidos à mesa. No prato principal, há a eventualidade do alinhamento ser constituído pelo bacalhau à Brás do Chef Nando, pelas bochechas de porco preto estufadas em vinho tinto e acompanhadas com arroz de cozido e pelo cachaço de porco preto no forno com batatas fritas, mas as possibilidades são infinitas. “A empada de cozido XXL – porque dá para três pessoas –, que criámos durante levante segundo confinamento, teve um sucesso tão grande no take-away que, agora, servimos no restaurante”, mas “especialidades não há”, afirma Miguel Gonçalves.

Leia mais:  À Mesa com José Quitério: Restaurante Castas e Pratos
Sítio de Gente Feliz

O pudim Abade de Priscos é uma das alternativas a considerar à sobremesa, mas também pode vir a ser o salame da Avó Lélé, “feito à antiga”, confecionado em homenagem à mãe Helena, de Miguel Gonçalves que, sobre as demais boas novas prefere manter sigilo.

Feitas as contas, o couvert e petiscos, os pratos, a sobremesa, o moca, o vinho (meia garrafa ou garrafa de 0,375 litros) e a cerveja (meia litrosa ou 1 garrafa de 0,33 litros) custa €20 por pessoa. As crianças até 10 anos pagam metade e os adolescentes €15.

Recomenda-se a suplente e moeda na carteira, já que a filosofia do Sítio de Gente Feliz (Núcleo Cultural de Vila Fria, Rua Carlos Paião, 23, Vila Fria, Porto Salvo. Tel. 960306524), que funciona, de segunda a sexta-feira, das 12h00 às 16h00, é não ter multibanco, assim porquê wi-fi ou televisão, para que a conversa acompanhe a boa comida e torne a gente feliz!

Sítio de Gente Feliz DR

Você está assistindo: Está confirmado! Esta esplanada é um Sítio de Gente Feliz

Manadeira:https://portowords.com
Categoria: viajar

Leave a Reply