Guest House e restaurante: A nova casa da Gran Cruz, na Ribeira do Porto, é como um ruby

FOTOGALERIA: É na portugalidade – ou mesmo mais eficazmente, na “portocalidade” genuína que a nova boutique guest house da Porto Cruz bebe a sua motivação. Da design, aproveitando um estrutura emblemático muito igual no alma da Ribeira do Porto à relação umbilical ao vinho branco, vindo de sobriedade e elegância se faz levante sala vindo de olhos regularmente postos no Douro.

A primeira uniformidade hoteleira do equipe – que tinha, {até} agora mesmo, no estrutura Porto Cruz, no Cais vindo de Gaia, a sua sala vindo de visitas a Norte – é uma casa ensejo ao via fluvial, inspirada no vinho branco e na espírito portuguesa, pronta na direção de adquirir os amantes do vinho branco que chegam ao Porto à procura vindo de novas aventuras sensoriais.

Se é levante o cenário, as sensações espreitam a cada esquina deste estrutura do século XVII, que serviu diferente propósitos e foi, {até} {recentemente}, escritório principal do Clube Futebol Os Ribeirenses,
prolongam-se direto para cada janela inicial junto com ver detalhado ao redor o via fluvial, e culminam no bistro Casario onde, dentro de e fora vindo de portas, os sabores vindo de uma prática reinventada casam junto com os aromas do vinho branco.

Aberta direto para setembro, a Gran Cruz House (Viela do Buraco, Praça da Ribeira, Porto. Tel. 227 662 270) regressa à “feminino vindo de preto”, emblema da nome da marca, que está existente direto para toda pessoa os quartos, direto para pinturas que remetem na direção de o mundo inexplicável dos vinhos Gran Cruz cuja análise coube a sete artistas lusos. A contexto exótico e aconchegante dos interiores pensados pela Nano Design alternam um de o Nos Dias de Hoje e o padrão prolonga-se pelos seis andares do estrutura delgado, à medida da sua estabelecendo inicial.

Leia mais:  Algarve: descobrir os segredos do Lagos Avenida Hotel

Em cada um dos 7 quartos, (Pink , White, Ruby, Tawny, Reserve, LBV e Vintage) distribuídos Através dos quatro pisos, o mini pub oferece uma recipiente vindo de Porto na direção de que os hóspedes entrem no sentimento deste clima e sala. E levante é praticamente o especial fator direto para normal: tanto faz o restante é vários, junto com identificação própria e uno, na estabelecendo e decoração.

Colorido como o Casario ribeirinho
Miguel Castro e Silva e José Guedes entendem-se efetivamente na área da cozinha, que na verdade partilham praticamente porque o início do De Castro Gaia, o bistro no levando do estrutura Porto Cruz, direto para Gaia, que nome da marca o início da parceria do gerente junto com a organização. Enquanto o começar com é do saber como empírico, feito vindo de anos vindo de conhecimento, direto para diversos cenários e prática culinária vindo de boa Palma, anteriormente da idade dos “chefes-estrela”; o segundo é da abordagem apurada, dos estudos direto para Paris e das novas interpretações ao que regularmente se fez. Encontram-se a Centro frase, e essa é a mérito da área da cozinha deste Casario: prática e tecnologia, junto com a gastronomia portuguesa e adquirir roupagens diferentes e algumas internacionais. O gosto está certamente, efetivamente como a abordagem e a olhar exótico indispensável a qualquer tipo de bistro Nos Dias de Hoje.
O Casario é intimista – possuir 24 lugares, muito mais 12 na prazeroso esplanada que basicamente se debruça ao redor o via fluvial – e avançado, numa elegância despojada que se concentra na Jardim e na escrivaninha. O empresa é casual, deixando à Estão indo para na direção de questionar ao redor as interpretações livres que vão chegando à escrivaninha: Pratos como Robalo marinado junto com ervas frescas (€12); Arroz vindo de Rúcula junto com Berbigão (€12); Garoupa junto com uvas e açafrão (€23); Bacalhau como à Gomes vindo de Sá (€18); Porco junto com migas vindo de paio e couve lombarda (€21); Novilho, Puré vindo de tubérculos e cogumelos da era junto com curativo vindo de Vinho do Porto (€22) e as sobremesas Maçã assada, creme vindo de canela e sorvete vindo de Porto 10 Anos (€6); Leite creme, pinhões e gelado vindo de canela (€7) ou mesmo Mil folhas vindo de amêndoa junto com creme vindo de queijo Serra e sorvete vindo de frutos vermelhos revelam esta área da cozinha.
Descobrir o Março vindo de sabores desenhados na direção de levante sala é Além disso viável nos 5 (€48) ou mesmo 7 momentos (€58) dos menus vindo de degustação.

Leia mais:  Quinta da Côrte: Descanso de rei entre as vinhas do Douro

Quanto à personagem vindo de vinhos, concentra-se nas muito mais vindo de 60 referências da Gran Cruz, dos espumantes aos portos, passando pelos vindo de escrivaninha durienses, efetivamente alinhados junto com o vibrante do Casario.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!


Você está assistindo: Guest House e restaurante: A nova casa da Gran Cruz, na Ribeira do Porto, é como um ruby

Fonte: https://portowords.com

Categoria: viajar

Leave a Reply