Já abriu o SEEN Lisboa. O futuro, segundo Olivier!

De cada vez que Olivier Costa se propõe a fazer um novo noção de restaurante, o público aguarda com expectativa, os críticos com um olhar de suspeição e qualquer desdém. Olivier Costa nunca teve os clientes e a sátira do seu lado ao mesmo tempo. O que nunca o impediu de aventurar, de produzir, de assumir que alguns dos projetos que lançou falharam, e de os fechar quando os clientes e a caixa deixavam de encher os espaços.

Foi com surpresa que se soube que o espaço transcendente de restauração do Hotel Tivoli, na Avenida da Liberdade em Lisboa ia mudar de mãos, e que menos de um ano depois de Rui Paula ter tomado conta da cozinha, ia de tachos e bagagens de retorno ao setentrião, deixando o restaurante para Olivier da Costa. Não ficou pedra sobre pedra. Olivier mudou radicalmente todo o espaço, aproveitou melhor a vista fenomenal da cidade a partir do nono caminhar do hotel e anunciou o SEEN Lisboa, irmão gémeo do SEEN Restaurant & Bar de São Paulo, no Brasil, no topo do Hotel Tivoli Mofarrej.

O SEEN Lisboa é radicalmente dissemelhante do que foi o Terraço Tivoli. A decoração é mais moderna, com um bar à ingresso, onde cocktails de responsável recebem os clientes e preparam o início da noite, num envolvente quase selvagem onde o verdejante da árvore do bar se espalha pelo teto da sala. Depois há um impressionante sofá que cruza a sala, serpenteando até à janela e ao balcão de sushi que, além de ser uma opção válida para jantar, pode servir de ingresso. Depois, numa elegância discreta, estende-se a sala adornada por Lisboa, onde as refeições são servidas, sempre sob a filosofia da partilha e do convívio.

Leia mais:  Em fevereiro, há maranho e bucho recheado grátis na Sertã

O SEEN Lisboa não tem musculados menus de degustação, nem pratos de inspiração gastronómica internacional para fotografar e colocar nas redes sociais. Bebe muito, a missiva, da inspiração do projeto brasílico, com uma série de propostas que fazem lembrar os botecos brasileiros, que cá se pode expor, são servidos num boteco chique. Há música porquê tempero, um eficiente e atencioso serviço de sala, sem ser intrusivo, e a certeza de que provavelmente, leste será o SPOT a ter em conta nos próximos meses na cidade de Lisboa.

Nos cocktails merecem próprio atenção as propostas de Lucas Jaques, o rabi mixologista, porquê o “Mita” (€10), uma mistura de Saquê, Nectar de Maçã Verdejante, St. Germain, Bitter de Laranja ou o “Desarollado” (€11), que junta Tequila Olmeca, Sumo de Limão, Manjericão, Pepino, Orgeat, Tintura de Jalapeño. Caso prefira, opte pela missiva de “Sake”, a incumbência de Fabio Tanabe, ou por um Gin da vasta oferta disponível. Depois, deixe-se levar pelas propostas do dia e aproveite a vista, antes do jantar.

No SEEN Lisboa há propostas para partilhar, com um surpreendente “Carpaccio de Beterrabas Orgânicas” (€12), com Feta, Óleo De Endro Dill, Laranja e Alcaparras e Sweet Macadamia, umas “Empadas à Brasileira” (€8), feitas com Músculos Seca, Cebola Confitada, Requeijão da Morada, e ainda uns criativos “Peixinhos de Bacalhau” (€8), feitos com Feijoeiro Verdejante, Molho Tártaro e Tobico, uma novidade de Olivier, que junta os bolos de bacalhau com os peixinhos da horto, que resultam numa espécie de patanisca recheada, plena de sabor. A “Salada de lagosta trufada” (€25) com espargos, maçã caramelizada e abacate foi uma das surpresas da noite, muito porquê o “Crab Cake Burger & Fries”, um hambúrguer fresco, cheios de sabor, com Sapateira, Coleslaw, Abacate, Mostarda Dijon e Tomate.

Leia mais:  Renascer das cinzas: Restaurante Estaminé, na ilha Deserta, reabre em julho

No SEEN Lisboa há ainda várias propostas de músculos, de peixe e fenomenais sobremesas, com o “Souffle de gula de leite” (€10), com Sorbet de goiaba a dominar as atenções, e uma vasta e criativa missiva, sempre harmonizada com cocktails de responsável, vinho a copo, sakés ou bebidas sem álcool. Há, supra de tudo, várias razões para revir, provar e partilhar com os amigos.

O SEEN Lisboa (Hotel Tivoli, Avenida da Liberdade 185, Lisboa. Tel. 213 198 640), só abre para jantares. É uma aposta arrojada de Olivier Costa. Na verdade, é um restaurante bastante dissemelhante das ofertas disponíveis que traz mundo a Lisboa. Um pedaço o porvir da restauração glamorosa que a partir de hoje já está de portas abertas.

Acompanhe o Boa Leito Boa Mesa no Facebook e no Instagram!


Você está assistindo: Já abriu o SEEN Lisboa. O futuro, segundo Olivier!

Manadeira:https://portowords.com
Categoria: viajar

Leave a Reply