Marisqueiras em Lisboa: 10 restaurantes obrigatórios

São 10 restaurantes, uma vez que poderiam ser mais. Marisqueiras e/ou cervejarias nascente são locais de luminar para quem aprecia os mais frescos e saborosos mariscos, dos percebes ao lavagante, passando pelas amêijoas, camarões, sapateiras, santolas e lagostas. Em nome de uma boa mariscada, em Lisboa, neste mês de agosto, siga a rota Boa Leito Boa Mesa, a partir do guia “Marisqueiras & Esplanadas” (adquira o seu réplica através da Loja Expresso).

O Mariscador
Ganha o topo da lista por ser a mais recente marisqueira da cidade. O gerente Rodrigo Fortaleza, que ganhou reputação pela Taberna Ó Balcão, em Santarém, apostou numa cozinha de responsável no piso superior, onde são servidos menus de degustação. Na esplanada do restaurante O Mariscador serve-se o melhor marisco, sem olvidar o marisco de rio, uma vez que o lagostim em tomilho limão (€14) ou a mista salteada e fumada (€13). À capital chega também a pombinha, o pão tradicional de Santarém, recheada com caranguejo de casca tenro (€12,50), e o prego do lombo (€10). Não perda o Berbigão à Tóino do Elevador (€12), o Mexilhão em citrinos (€11) e o quase indescritível Arroz de lavagante, finalizado com uma manteiga de confeção própria, evidente, de lavagante, disponível para duas pessoas (€60). Rossio de Touros do Campo Pequeno, Lisboa. Tel. 968444126

Cervejaria Ramiro
Para confirmar o sucesso da missão aconselha-se a estar à porta nunca depois das 18h30, profundidade em que na esplanada começam a rodar as primeiras imperiais para quem faz questão de não arredar pé. “Se for para jantar às 22h30, assim seja.” O motivo da azáfama foi sempre o mesmo: o marisco fresco, em variedade e qualidade, a cerveja no ponto e o serviço despachado. Antes de consumar o pedido, chega à mesa da Cervejaria Ramiro pão torrado com manteiga, que é rapidamente reposto sempre que o prato fica vazio. Acontece o mesmo com a imperial e o sistema mantém-se até indicação em contrário – atenção que pode ser perigoso! Comece pela seleção privada de presunto Pata Negra e siga para as conquilhas (€11,07), ótimas para entreter até chegarem os “pratos a sério”, com a sapateira e os camarões à la guilho (€11,07), dois dos clássicos desta moradia, na liderança da categoria de marisco. No final, para ser mesmo a sério, guarde espaço para o famoso prego do lombo (€4,17), a “sobremesa” obrigatória para terminar a repasto. Nota: reabre a 4 de setembro, depois de ter funcionado nos primeiros dias de agosto. Avenida Almirante Reis, 1-H, Lisboa. Tel. 218851024

Leia mais:  Workshop de Culinária Vegetariana: Viajar pela Horta Mágica!

Nune’s Real Marisqueira
Cá corta-se o presunto com mestria e é ele que abre as hostilidades antes de se passar ao que interessa: o marisco. Na Nune’s Real Marisqueira (reabre a 29 de agosto) há percebes das Berlengas (€120/kg), amêijoas, lingueirão, camarão de milénio maneiras e uma troço de carnes, com destaque para o prego no pão. O Casco de santola (€17) é sempre uma boa opção, muito uma vez que os carabineiros. No tacho, prove o delicioso arroz de lavagante. Rua Bartolomeu Dias, 120, Lisboa. Tel. 213019899

Luminosa by Furnas
Em boa hora se trouxe para Lisboa o bom nome e certificado de qualidade da Esplanada Furnas, uma das marisqueiras mais conceituadas da Ericeira. Para provar, conte com as confeções mais simples, na grelha ou cozido em chuva e sal, mas também com sugestões menos convencionais, uma vez que é o caso do camarão, panado com maionese de wasabi, ou o polvo, também panado, e escoltado de maionese sweet chili. Na marisqueira Luminosa by Furnas há também ótimas sugestões para pungir, uma vez que o sempre tentador pratinho de camarão de Espinho (€7,50) ou o Casco de sapateira (€12,50). Não perda as ostras e o prego de lavagante, em bolo do caco (€15). Avenida Almirante Reis, 166 C, Lisboa. Tel. 218478342

O Palácio
É morada, desde 1980, das mariscadas mais famosas de Alcântara. O nome da moradia contrasta com a simplicidade do interno, que se mostra despretensioso e até alguma coisa desatualizado, mas profundamente honesto na figura. Pelas mesas circulam travessas de navalheiras (€35/kg), santola recheada, bruxas dos Açores, lagostins e canilha do Algarve. À terça-feira, no restaurante O Palácio há arroz de cabidela e no verão não faltam os caracóis. Rua Prior do Crato, 142, Lisboa. Tel. 213961647

Leia mais:  Grupo hoteleiro ibérico oferece noites a €10. Valor reverte na totalidade para a Cruz Vermelha

Cais ao Mar
Deveria ter o nome ao contrário, uma vez que cá é o mar que vem ao Cais do Sodré, pelo menos a julgar pela montra, sempre repleta de mariscos frescos. O que vier à rede – leia-se o que os pescadores capturarem – está na epístola do dia do restaurante e cervejaria Cais ao Mar, liderado por João Mendes Esteves e César Lourenço. A Vaga de Marisco Super Novidade (€130) junta quase todos os mariscos numa travessa gigante, para quatro pessoas. Rua Bernardino Costa, 42, Lisboa. Tel. 213421669

Cervejaria Ribadouro
Em funcionamento de forma ininterrupta desde 1947 é uma das cervejarias mais antigas e emblemáticas de Lisboa. Segunda moradia de muitas gerações da mesma família, outrora, o almoço de domingo era palco das grandes tertúlias artísticas e literárias, que juntavam escritores, jornalistas, políticos e atores e atrizes do vizinho Parque Mayer. A Cervejaria Ribadouro ficou famosa pelo marisco fresco e pelo serviço funcionar fora de horas (embora oficialmente encerre pela 1h30). A sapateira (€34,50), os lagostins e o camarão tigre são obrigatórios, muito uma vez que o lombo de bacalhau ou os bifes da moradia. No verão, aproveite a esplanada em pleno passeio da avenida. Avenida da Liberdade, 115, Lisboa. Tel. 213549411

Cervejaria Pinóquio
Em plena Rossio dos Restauradores, a Cervejaria Pinóquio abriu portas em 1982 e desde portanto raros são os dias em que deu sota ao pessoal. Os mariscos expostos logo à ingresso são cartão-de-visita, mas o bife de lombo em versão pica-pau, com 700 gramas da mais suculenta mesocarpo, é uma autêntica perdição (€22,50). Imperdíveis são também a feijoada de marisco (€22,50), a paella à Pinóquio e as amêijoas à Bulhão, abertas ao vapor de uma forma muito privado… A esplanada é altamente concorrida. Rossio dos Restauradores, 79, Lisboa. Tel. 213465106

Leia mais:  Mais íntimo, verde e privado, restaurante Terra reabre com carta renovada

Pesqueiro 25
Depois do sucesso em São Martinho do Porto, a mudança para Lisboa, em pleno Cais do Sodré, foi uma decisão óbvia. Numa epístola em ordenado mudança, encontram-se o camarão à la guilho (€15,25), o carabineiro grelhado e os percebes da Berlenga. Para partilhar, há duas tábuas de marisco (a partir de €64,25). No restaurante Pesqueiro 25 recomenda-se ainda a sopa de lavagante com ovas, o bife do lombo e o hambúrguer no caco. Franco até à 1h00. Rua Novidade do Roble, 15, Lisboa. Tel. 968828492

Sete Mares
Não será generalidade encontrar um restaurante que seja, simultaneamente, marisqueira, cervejaria e moradia de leitão. De envolvente familiar e serviço simpático, o restaurante Sete Mares encaixa nas três categorias pela oferta de peixe e marisco fresco. Há bruxas e cavacos dos Açores para petiscar, camarão tigre e arroz de lavagante (€72/kg). Em dias de sorte, pode ser que se cruze com as cabeças de garoupa. Boa garrafeira, com sugestões a copo. Avenida Columbano Bordalo Pinho, 108 A, Lisboa Tel. 217272385

Oriente cláusula foi publicado na edição do Expresso Quotidiano de dia 16 de agosto de 2018.

Acompanhe o Boa Leito Boa Mesa no Facebook e no Instagram!


Você está assistindo: Marisqueiras em Lisboa: 10 restaurantes obrigatórios

Nascente:https://portowords.com
Categoria: viajar

Leave a Reply