Nómada Chiado: o novo restaurante que convida a fazer uma viagem pelo mundo sem sair de Lisboa

Em tempos de resiliência, a preâmbulo de um novo restaurante é sempre uma boa notícia. Mesmo que a ordem seja a de recolher mais cedo e que o espaço esteja restringido às regras de segurança que os tempos atípicos impõem. Contrariando a infeliz tendência de encerramentos, acaba de terebrar, para já em regime de soft openning, o Nómada Chiado, que promete tornar ainda mais cosmopolita esta zona de Lisboa.

O projeto Nómada Lisboa é o prolongamento óbvio do Nómada Avenidas Novas, descerrado em 2016. Primeiro desta proeza voltam a juntar-se Rui Oliveira e Francisco Bessone, ambos de 24 anos, amigos e idealistas do projeto. Quase em pleno Largo do Chiado, esconde-se à vista de todos por detrás de um portão que, depois de ultrapassado, revela um restaurante elegante, decorado com bom sabor, com pequenos recantos, um bar e uma sala onde sobressai o padrão, impresso em 3D que simula o movimento das águas, e uma peça médio, intitulada Vórtex, capaz de centrar as atenções do Instagram.

Pedro Sacadura

Na cozinha do Nómada Chiado está uma jovem e competente equipa, enxurrada de sofreguidão e vontade de surpreender, liderada por Francisco Bessone. As propostas que saem da cozinha pautam-se por saliente sentido estético e por uma simplicidade de sabores onde se elogia o resultado e se faz ter vontade de provar tudo da missiva. Para estrear, o fenomenal Cone Tataki de Atum (€4), tapado com pó de alga Nori, recheado com cebola confitada em vinho do Porto, seguindo-se o de Salmão (€4) e o Puri Coreano (€4), recheado com tártaro de novilho, gengibre pasta de malagueta e gema perfumada com citronela, uma ode ao sabor. Destaque, ainda nas entradas, para as Vieiras Beurre Noisette (€16), com puré de goma wakame, espuma de beurre noisette e crumble de mendubi.

Leia mais:  Boa Mesa: Body Sushi chega esta semana a Portugal!

Na missiva do Nómada Chiado seguem-se os Tártaros, Carpaccios e Ceviches, com o Tártaro De Otoro (€22), Carpaccio de Lírio (€13,50), Carpaccio de Salmão e Vieira (€15), Carpaccio De Otoro (€18) e Ceviche de Atum e Vieira (€14). Há ainda sete Makis/Rolls, destacando-se o Nómada Roll (€7), o Spicy Roll (€6), o Veggie Roll (€5) e o Maki Próprio (€10), com quatro peças de lírio, salmão, tártaro camarão, abacate, pepino, folha de arroz e ovas tobiko. Prosseguem as ofertas com Gunkans e Nigiris Especiais, Sashimi, Hossomakis e Nigiris.

Pedro Sacadura

As propostas de Cozinha Contemporânea do Nómada Chiado incluem Robalo e Xerém Tom Yum (€17), Choco com Tinta (€13), umas tiras de choco salteadas com gengibre e malagueta acompanhada de molho de choco e um surpreendente Borrego Momofuko (€20), uma perna de borrego feita a baixa temperatura, com cevadinha de sésamo e legumes Momofuko. Nas sobremesas há Citrinos (€8), com Yuzo, toranja, lima, Chocolate (€10), com chocolate de leite, chocolate caramelo salso, tonka e cayenne e ainda um Fofo de Chá Virente (€8) que apresenta um bolo de matcha e chocolate branco com espuma de creme inglés, crocante feuillitine, e gelado de melão e gengibre.

Pedro Sacadura

Insiste-se, numa profundidade em que a vocábulo mais ouvida é fechar, é de salutar o investimento e a vontade de rumar contra as incertezas, sendo manifesto que, depois da pandemia, Lisboa ganha cá mais um espaço capaz de surpreender o mais cosmopolita dos viajantes. O Nómada Chiado (Rua da Quintal Seca, 5 Lisboa. Tel. 213421566) funciona de terça a sexta-feira das 12h30 às 15h00 e das 19h30 às 223h30. Ao sábado, das 13h00 às 15h30 e das 19h30 às 22h30. Encerra ao domingo e à segunda feira. O horário será diferente depois do levantamento das restrições ao horário de funcionamento da restauração.

Leia mais:  Vila Nova da Barquinha: Sável, lampreia, passeios de barco grátis e muita arte

Você está assistindo: Nómada Chiado: o novo restaurante que convida a fazer uma viagem pelo mundo sem sair de Lisboa

Manadeira:https://portowords.com
Categoria: viajar

Leave a Reply