O Pequeno Mundo cresceu: Menu de degustação é novidade de verão

Restaurante modesto, sempre apostou no atendimento personalizado que é oferecido a cada cliente e numa cozinha de responsável de poderoso inspiração francesa. Ganhou, gradualmente, o seu lugar na oferta gastronómica da exclusiva Quinta do Lago. Localizado em Almancil serve somente ao jantar e, por estes dias estivais, são os pátios ajardinadas que ganham destaque entre os clientes, a maioria fiéis há muitos anos. Liderado por Joaquim Vilela, um anfitrião uma vez que não há igual no Algarve, agora secundado pela filha, Sara Vilela, e com Valentim Carmo, mais seguro e criativo na cozinha, o restaurante Pequeno Mundo assinala os 20 anos de funcionamento com a estreia de um menu de degustação, denominado “do Setentrião ao Sul”, formado por cinco pratos (€65). “Foie gras” salteado com molho de vinho do Porto representa o setentrião, enquanto, o Carabineiro com risotto de algas simboliza o sul, nas entradas. Seguem-se, no menu, o Peixe do Chef, que acompanha as ofertas diárias da lota, e a Vazia de borrego com “rostie” e legumes. A sobremesa, indicada uma vez que “O Gulosice do Alentejo” é composta por Boleima de maçã e gelado de canela.

Com um Garfo de Prata, atribuído na edição 2019 do Guia Boa Leito Boa Mesa, o restaurante Pequeno Mundo mantém todos os seus predicados. “A cada ano, o espaço é objeto de pequenas melhorias em nome do conforto dos clientes, muitos dos quais já amigos, e outros tantos que são acompanhados pela segunda ou terceira geração da família. O famoso recinto interno, altamente concorrido durante as noites amenas do Algarve, está ainda mais cómodo e bonito. Existem detalhes que comprovam a paixão de Joaquim Vilela pelo seu métier, uma vez que o desvelo com o jardim e as flores que decoram as mesas. Já no interno, destacam-se a lareira, que aconchega no inverno, e o bar, muito uma vez que a extensa garrafeira, com uma impressionante coleção de Vinhos do Porto e uísques”, pode ler-se no Guia Boa Leito Boa Mesa.

Leia mais:  Roteiro: Uma aventura entre a natureza e o glamour do Buçaco

Com pratos renovados a cada estação, mas mantendo sempre os clássicos que deram reputação ao restaurante e a poderoso matriz da cozinha francesa, Valentim Carmo vai confirmando a sua segurança e originalidade. A Sopa de sapateira (€14) é quase obrigatória, muito uma vez que a Terrina de “foie gras” com pão de especiarias (€19). Outras opções são Chamuça de mesocarpo de novilho com compota de cebola (€12,50), Vieiras salteadas com manteiga de alho (€18,50) e Camarões com cogumelo Portobello (€18,50). Nos peixes, nota-se qualquer exotismo, em pratos uma vez que Tamboril com um toque de caril verdejante e lima fresca (€28) ou Gambas com molho de caril e quinoa (€31), que tem uma vez que contraponto Filete de robalo grelhado com puré de batata e legumes e Filete de dourada com risotto de espargos verdes e molho de lúcia-lima (ambos a €27,50).

Nas carnes, uma das novidades da novidade temporada do restaurante Pequeno Mundo é o Peito de pato com molho de mirtilos e vinho tinto de Touriga Pátrio (€24,50), a que se junta Lombinho de vitela branca com molho de Calvados (€29) e o óptimo Bife do lombo com molho aromatizado de “foie gras” e “gratin dauphinois” (€30). Na missiva mantém-se, para duas pessoas, um dos clássicos do Pequeno Mundo, o Châteaubriand com molho “béarnaise” e batatas salteadas com alho (€60). Dando perenidade à matriz francesa, conte, para fechar a repasto com os famosos Crepes com molho “suzette” (€12,50), que têm uma vez que principal “inimigo” a proposta abrangente da doçaria preferida do dirigente Valentim, denominada “Prato guloso do dirigente”.

O restaurante Pequeno Mundo (Caminho das Pereiras, Almancil. Tel. 289399866) só serve jantares e encerra ao domingo. Reserve antes de ir.

Leia mais:  Tasquinha do Fumo: Cozinhar ao lume como antigamente

Acompanhe o Boa Leito Boa Mesa no Facebook e no Instagram!


Você está assistindo: O Pequeno Mundo cresceu: Menu de degustação é novidade de verão

Manancial:https://portowords.com
Categoria: viajar

Leave a Reply