Os 7 nomes de Deus e seus significados

ASSISTA NO YOUTUBE ► Os 7 nomes de Deus e seus significados

Você sabia que Deus tem diversos nomes na Bíblia, e que cada um deles tem um significado dissemelhante? O nome de Deus em judeu, linguagem em que o Idoso testamento foi escrito, é Yaweh, que também tem variações uma vez que Iehova e Jehovah. E esse nome, de concórdia com os estudiosos que traduziram a Bíblia, significa “Senhor”. Foi mal Deus se apresentou a Moisés quando disse:

“Eu sou o Senhor. Apareci a Abraão, a Isaque e a Jacó uma vez que o Deus Todo-poderoso, mas pelo meu nome, o Senhor, não me revelei a eles.” (Êxodo 6:2,3)

A Bíblia também apresenta pelo menos mais sete nomes diferentes para o Senhor, e cada um deles tem um significado específico para a situação em que o personagem bíblico estava passando em sua vida. E no vídeo de hoje eu vou te mostrar que esses nomes de Deus revelam o paixão e a proteção que Ele sempre teve com o seu povo.

1º nome: Jeová-Jiré, que significa “o Senhor proverá”

Uma das histórias mais conhecidas do Idoso Testamento é aquela em que Deus, para provar a fidelidade de Abraão, pede a vida de seu rebento Isaque em sacrifício. Vamos ver o que está escrito em Gênesis 22:

“Isaque disse a seu pai Abraão: ‘Meu pai!’ ‘Sim, meu rebento’, respondeu Abraão. Isaque perguntou: ‘As brasas e a lenha estão cá, mas onde está o cordeiro para o imolação?’ Respondeu Abraão: ‘Deus mesmo há de prover o cordeiro para o imolação, meu rebento’. E os dois continuaram a caminhar juntos. (…) Abraão ergueu os olhos e viu um carneiro recluso pelos cornos num arbusto. Foi lá, pegou-o e sacrificou-o uma vez que imolação em lugar de seu rebento. Abraão deu àquele lugar o nome de ‘O Senhor proverá’. Por isso até hoje se diz: ‘No monte do Senhor se proverá”. (Gênesis 22:7,8; 22:13-14)

“Jeová-Jiré”, ou “o Senhor Proverá”, é um dos principais nomes de Deus, e que demonstra Seu desvelo com seus filhos em todos os momentos, inclusive naqueles em que tudo parece estar perdido e sem solução. Mas voltando à história de Abraão: no exato momento em que ele ia sacrificar seu rebento a Deus, o Criancinha do Senhor o impediu e ofereceu um carneiro para ser morto no lugar de seu rebento.

Logo saiba que, quando tudo parece perdido, você pode responsabilizar no poder e na fidelidade do Senhor, que proverá tudo que for necessário para a sua vida.


2º nome: Jeová Rafah, que significa “o Senhor trato”

Depois de libertar o povo de israel da escravidão, punindo os egípcios com várias pragas e enfermidades, Deus declarou que é Ele é o Senhor que trato o seu povo. Vamos ver o que Ele disse a Moisés logo depois os hebreus atravessarem o Mar Vermelho:

“Se vocês derem atenção ao Senhor, ao seu Deus e fizerem o que ele aprova, se derem ouvidos aos seus mandamentos e obedecerem a todos os seus decretos, não trarei sobre vocês nenhuma das doenças que eu trouxe sobre os egípcios, pois eu sou o Senhor que os trato”. (Êxodo 15:26)

E se continuarmos lendo a história dos hebreus até o momento em que eles chegaram na Terreno Prometida, veremos que essa trato que Deus ofereceu a eles não foi exclusivamente místico. Todos os israelitas que foram obedientes aos mandamentos do Senhor, não sofreram nenhuma enfermidade e tiveram uma vida longa (Deuteronômio 30:20).

Leia mais:  Significado nome Zoe - Mãe-Me-Quer

`Por isso, meu querido irmão e mana, Deus continua sendo o Senhor que nos trato nos dias de hoje. Quando decidimos seguir os ensinamentos de Jesus e permanecer firmes no Seu paixão, Ele nos abençoa e cuida da nossa saúde física, emocional e místico. Por mais que pareça impossível, Deus é capaz de volver qualquer diagnóstico médico, somente para nos mostrar o quanto Ele é poderoso e leal na vida de Seus filhos.


3º nome: Jeová Nissi, que significa “o Senhor é a minha bandeira”

A Bíblia conta, em Êxodo 17, que o tropa dos amalequitas veio lutar o povo hebreu no deserto de Refidim. Logo, Moisés pediu para que Josué escolhesse alguns homens para lutar contra aqueles inimigos. Durante a guerra, Moisés foi até o eminente da colina e levou a vara que Deus havia oferecido a ele. E, enquanto Moisés mantinha a vara erguida em suas mãos, o Senhor fez com que Seu povo derrotasse todo aquele tropa.

Veja o que Moisés fez para agradecer e louvar a Deus por aquela vitória:

“Moisés construiu um altar e chamou-lhe ‘o Senhor é minha bandeira’. E jurou: ‘Pelo trono do Senhor! O Senhor fará guerra contra os amalequitas de geração em geração”. (Êxodo 17:15,16)

O ato de levantar uma bandeira em tempos de guerra, é um sinal da vitória sobre o tropa inimigo. Por isso, Moisés construiu um altar em louvor a Deus e disse que o Senhor era a sua bandeira. Ele sabia o tamanho do livramento que Deus havia oferecido ao Seu povo, pois o tropa dos amalequitas era muito mais numeroso e poderoso que o tropa hebreu.

E assim uma vez que Deus jurou que Israel venceria todos os seus inimigos, Ele também promete que, por meio de Jesus, nós seremos vitoriosos em todas as nossas lutas, principalmente contra o vício! (Filipenses 4:12.13). Veja o que o evangelizador Pedro disse sobre isso:

“Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, a término de que morrêssemos para os pecados e vivêssemos para a justiça; por suas feridas vocês foram curados.” (1 Pedro 2:24)

Logo, meu irmão, nunca se esqueça que o Senhor é quem luta por você e te faz vencer todas as suas batalhas. Faça dEle a sua bandeira e experimente o Poder de Deus todos os dias de sua vida.


4º nome: Jeová M’kaddesh, que significa “o Senhor que santifica”

Depois de libertar o povo hebreu da escravidão, protegê-los dos seus inimigos e sustenta-los no deserto, Deus se apresenta a Moisés mais uma vez de outra forma: Ele se revela uma vez que “Jeová M’kaddesh”, ou seja, o Senhor que santifica. Veja o que está escrito:

“Consagrem-se, porém, e sejam santos, porque eu sou o Senhor, o Deus de vocês. Obedeçam aos meus decretos e pratiquem-nos. Eu sou o Senhor que os santifica.” (Levítico 20:7,8)

Leia mais:  Biografia - 50 Cent - História de Vida e Carreira

A termo “santificar” significa devotar, ou seja, Deus queria separar um povo exclusivamente Seu, que obedeceria a Seus mandamentos e honraria Seu nome entre todas as nações (Levítico 20:26). Foi para isso que o Senhor libertou os hebreus no pretérito, e é por isso que Jesus veio ao mundo e deu a vida por nós. Ele nos resgatou da escravidão do vício e nos santificou, para que por meio do nosso testemunho de vida, as pessoas pudessem saber e glorificar o nome de Deus.
 (*7*)Veja o que o Evangelista Pedro disse: 

“Assim uma vez que é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, pois está escrito: ‘Sejam santos, porque eu sou santo’. Uma vez que vocês chamam Pai aquele que julga imparcialmente as obras de cada um, portem-se com temor durante a jornada terrena de vocês. Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis uma vez que prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver que lhes foi transmitida por seus avós, mas pelo valedoiro sangue de Cristo, uma vez que de um cordeiro sem mancha e sem defeito” (1 Pedro 1:15-19).


5º nome: Jeová Shalom, que significa “O Senhor é sossego”

Por razão da insubmissão aos mandamentos de Deus, os israelitas estavam vivendo tempos difíceis, pois os midianitas vinham e destruíam suas plantações, seus mantimentos e matavam todos seus animais. Por razão disso eles passavam muitos apertos, angústias e não tinham sossego (Juízes 6:1-6).

Diante de tanto sofrimento, o povo de Israel se arrependeu de seus pecados, e o Senhor teve misericórdia deles. Logo, Deus foi até Gideão, um servo leal e justo, e disse que ele seria usado para livrar os israelitas de toda aquela vexação (Juízes 6:12-16).

E mesmo sendo escolhido para enfrentar os inimigos que há anos perseguiam e prejudicavam os hebreus, Gideão teve um grande sentimento de sossego, porque sabia que Deus estava ao seu lado e que traria a vitória a Israel. Veja o que ele fez depois ser visitado pelo Criancinha do Senhor:

“Gideão construiu ali um altar em honra do Senhor e lhe deu nascente nome: O Senhor é Tranquilidade. Até hoje o altar está em Ofra dos abiezritas.” (Juízes 6:24)

Esse é um dos nomes de Deus, que têm fortalecido o seu povo diante de muitas tribulações, pois o Senhor é a nossa sossego! E, da mesma forma, Jesus nos acalma nos momentos difíceis, dizendo:

“Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham sossego. Neste mundo vocês terão aflições; todavia, tenham ânimo! Eu venci o mundo”. (João 16:33)

6º nome: Jeová-Tsidkenu, que significa “o Senhor é a nossa justiça”

Ao profetizar sobre a vinda de Jesus ao mundo para nos libertar do vício e da injustiça, Jeremias nos revela outro nome de Deus: Jeová-Tsidkenu. Vamos ver o que o vidente disse:

“Dias virão’, declara o Senhor, ‘em que levantarei para Davi um Renovo justo, um rei que reinará com sabedoria e fará o que é justo e manifesto na terreno. Em seus dias Judá será salva, Israel viverá em segurança, e nascente é o nome pelo qual será chamado: O Senhor é a Nossa Justiça.” (Jeremias 23:5,6)

Leia mais:  veja o significado do nome da filha de Simone – Pais&Filhos

Deus é sempre justo. Ele nunca age de forma desonesta e retribui a cada um aquilo que merece. Por isso, Ele seria justo se condenasse a todos nós, porque somos pecadores. Mas, a justiça de Deus também é enxurrada de misericórdia e, por isso, Ele fez o seu próprio Fruto suportar na cruz o penalidade que nós merecíamos.

Agora, todos que se arrependem e creem em Jesus uma vez que seu Salvador, são justificados, ou seja, são aceitos por Deus e recebem a salvação eterna (Romanos 5:1; 2 Coríntios 5:21). Por isso, meu irmão, creia em Jesus Cristo, na Sua morte e ressurreição, e o Senhor se revelará a você uma vez que o Jeová-Tsidkenu, Aquele que te justifica e te salva.

7º nome: Jeová Shammah, que significa “o Senhor está cá” ou “o Senhor está presente”

A Bíblia mostra que Deus revelou ao vidente Ezequiel uma vez que será a novidade Jerusalém, a cidade em que os salvos irão morar depois o término dos tempos. Ele também diz qual será o nome desse lugar: “Jeová Shammah”. Vamos ver o que está escrito em Ezequiel 48:

“No lado oeste, que tem dois milénio e duzentos e cinquenta metros de comprimento, haverá três portas: a porta de Gade, a porta de Aser e a porta de Naftali. A intervalo totalidade ao volta será de nove quilômetros. E daquele momento em diante, o nome da cidade será: o Senhor está cá” (Ezequiel 48:34,35).

Da mesma forma, Deus nos mostra que Sua presença não depende mais de um tabernáculo ou de um templo físico, pois graças ao sacrifício de Jesus na cruz, nós nos tornamos templos do Espírito Santo, e todos aqueles que amam o Seu nome e obedecem os Seus mandamentos, se tornam morada viva do Senhor. (1 Coríntios 3:16)

“Jeová Shammah” quer proferir: Deus está sempre presente em nós. Sabendo disso , podemos viver confiantes de que Ele nunca nos abandonará, não importa o que esteja acontecendo em nossas vidas. Glória a Deus!

CONCLUSÃO

Uma vez que vimos neste vídeo, todos os nomes de Deus revelam o seu desvelo por nós! E, se pudéssemos unir todos os nomes em um só, ele seria: “Deus é paixão” (1 João 4:8), pois Ele já provou que nos governanta ao enviar Jesus a esse mundo para nos reconciliar novamente com Ele, e essa passagem bíblica resume muito muito isso:

“Dificilmente haverá alguém que morra por um justo; pelo varão bom talvez alguém tenha coragem de morrer. Mas Deus demonstra seu paixão por nós: Cristo morreu em nosso obséquio quando ainda éramos pecadores. Uma vez que agora fomos justificados por seu sangue, muito mais ainda seremos salvos da ira de Deus por meio dele! Se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a morte de seu Fruto, quanto mais agora, tendo sido reconciliados, seremos salvos por sua vida!” (Romanos 5:7-10).


Você está assistindo: Os 7 nomes de Deus e seus significados

Website :https://portowords.com

Leave a Reply