The Noble House: Charme aristocrático em Évora

No Núcleo Histórico de Évora e integrando o conjunto de edifícios listados no contexto da classificação da cidade porquê Património da Humanidade, a The Noble House assume na sua identificação hoteleira todo o concepção que envolve a mais aposta da Unlock Boutique Hotels, empresa vernáculo que faz a gestão de diversas unidades hoteleiras em Portugal.

O prédio, cujas origens remontam ao século XV guarda tesouros e muitas histórias que ajudam a recontar a História de Portugal. Genuíno réplica da pousada sublime alentejana, as fundações daquele que foi em tempos o Solar dos Condes da Lousã assentam na chamada “Murado Velha”, a primeira muro da cidade. Depois de devidamente renovado, graças a uma mediação cuidada e atenta, a The Noble House abriu portas esta semana, assumindo-se porquê o mais novo hotel de Évora, ainda que a sua história seja das mais antigas da cidade. E, com tão fantástica localização, a poucos passos da Sé Catedral e do Templo Romano, os mais emblemáticos monumentos de Évora, a The Noble House assume, aristocraticamente, os seus objetivos de se tornar uma das referências hoteleiras do Alentejo.

Junta-se, assim, à história e às histórias, a modernidade e o conforto essenciais aos tempos mais modernos, mas supra de tudo o charme da fusão decorativa, que acomodou com mestria os vestígios de outras eras, aos materiais contemporâneos inspirados nas tradições alentejanas, visíveis nos quartos, mas também nos espaços comuns.

O hotel The Noble House apresenta-se com 24 quartos e suítes (a partir de €110), divididos em diferentes tipologias, que culminam nas Noble Suites e na Garden Suite, a mais exclusiva e que tem porquê cenário a antiga muro romano-gótica. Composta por uma sala e um quarto, a Garden Suite tem também grande terraço privativo, ideal para inspirar a tranquilidade do por do sol. Todos os quartos e suítes são únicos graças a detalhes porquê painéis de azulejos do século XVII ou os tetos abobadados. No caso dos Noble Room refletem-se as vivências da antiga Moradia Transcendente. Desde painéis de azulejo do séc. XVII, a varandas ou pátios privativos, cada quarto oferece uma particularidade pessoal.

Leia mais:  D'u Portinho: Uma pérola do Sado escondida na Arrábida

Na verdade, todo o hotel é único. E essa sensação começa logo na ingresso, com o seu portal brasonado, seguindo-se, na receção, a imponente pilar dórico toscana, em granito, que sustenta o teto em arqueamento. Curiosa foi a forma porquê na antiga cozinha, do século XVII, hoje zona de bar, se deu uma “novidade vida” à pia e a chaminé originais, revestidas a azulejos seiscentistas. Já o terraço, prolongamento do bar, convida a aproveitar a paisagem, de preferência, escoltado de um copo de vinho alentejano e alguns petiscos. Ao pequeno-almoço, servido numa sala com arqueamento em tijolo inepto e um deleitável terraço, conte com pão alentejano e os melhores queijos, enchidos e compotas da região, sem olvidar a tentadora doçaria conventual.

Acompanhe o Boa Leito Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!


Você está assistindo: The Noble House: Charme aristocrático em Évora

Natividade:https://portowords.com

Categoria: viajar

Leave a Reply