Turismo rural: No campo, mas a dois passos do mar

O Boa Leito Boa Mesa dá a saber novos alojamentos que merecem uma visitante durante oriente verão. Localizados no litoral alentejano, mas também no Algarve, estas pequenas unidades de alojamento, garantem a tranquilidade da ruralidade, mas também piscam o olho à praia, muitas vezes, à intervalo de um passeio.

Mansão Modesta (Olhão)
Numa homenagem aos avós, às memórias de puerícia e do Algarve mais puro, nasceu, pelas mãos de dois irmãos, esta Mansão Modesta, dos quais nome se presta a muitas divagações, mas que, supra de tudo, quer simbolizar uma psique enxurro. A experiência não se fica, antes pelo contrário, pela vivência do espaço e pelos quartos. Existem nove alojamentos, com pátios privados, numa lar tradicional algarvia (com os terraços que por estes lados dão pelo nome de açoteias). Existe, supra de tudo, vida e a partilha de experiências, de vivências e de memórias. Existem diversas atividades que se podem juntar ao ato de estar nesta Mansão Modesta, mas também um invitação a que se preguice neste mar de tranquilidade, a dois passos da Ria Formosa. Desde €120. Quatrim do Sul, Olhão. Tel. 964 738 824

Terreno do Sempre (Grândola)
Uma aposta de vida de uma jornalista e de um arquiteto tinha de resultar num projeto único e onde a imaginação é o limite. Deixe-se levar pelas histórias que inspiraram os sete quartos desta unidade de turismo rústico, às portas de Grândola, entre as quais, Peter Pan, Alice no País das Maravilhas, Milénio e Uma Noites e Tom Sawyer. Para além desta vertente criativa, a Terreno do Sempre também apostou na relação à terreno e na procura da autossustentabilidade. Birdwatching, piqueniques na serra, passeios a cavalo na areia ou pequenos-almoços com o pastor e o seu rebanho são algumas das propostas pensadas para proporcionar experiências únicas. A partir de €120 (idade subida). EN 120, Grândola. Tel. 934 114 619

Leia mais:  Tentações da carne no restaurante Sala de Corte

Quinta dos Tesouros (São Brás de Alportel)
Sem possibilidade de desabar em erro, poderia dizer-se que cá o tesouro maior são os… doces. Fátima Galego, doceira de eleição, é a dinamizadora desta pequena unidade, localizada em Tesoureiro (cá também se justifica o nome), que oferece 10 quartos, simples mas muito confortáveis, numa quinta que privilegia o contacto com a natureza. A Quinta dos Tesouros dispõe de piscina, dimensão de refeições e organiza diversas atividades. É obrigatória a passagem pela pastelaria Tesouros da Serra para provar os melhores doces do Algarve. Preços desde €85. Sítio do Tesoureiro, São Brás de Alportel. Tel. 289 842 581

Monte do Cardal (Odeceixe)
Abriu em junho a meia dúzia de quilómetros da pitoresca vila de Odeceixe. A recuperação da propriedade, com a utilização de materiais tradicionais, porquê o xisto e a madeira, é réplica. O Monte do Cardal é um invitação permanente ao sota e à contemplação, obrigatória, do firmamento estrelado, principal inspiração para as nove unidades de alojamento, entre quartos e casas T1 (com mezzanine), todos com nomes inspirados pelo clarão das estrelas e constelações: Cassiopeia, Lyra, Orion, Bellatrix, etc. As espreguiçadeiras, em volta da piscina, são tentadoras. Desde €120. Lugar do Cardal, Odeceixe. Tel. 968 154 004

Monte Soalheiro (São Teotónio)
Muito perto da herdade que recebe um dos mais concorridos festivais de verão, o Monte Soalheiro dispõe de nove unidades de alojamento, com diferentes tipologias e decoração, da suíte familiar, batizada de “Quarto Terreno e Metal”, até ao quarto “Sol”, com o seu terraço panorâmico. Com sala de refeições e cozinha, esta unidade, inaugurada em julho, dispõe também de uma aprazível piscina e de uma zona exterior de sota, com vista para o remansado via de rega. Aproveite as bicicletas para partir à invenção da tranquilidade desta região. Casas Novas, Malhão de Silveira, São Teotónio. Tel. 919 111 739

Leia mais:  Suba e aproveite. Este é “o restaurante com a melhor vista de 360 graus para Lisboa”

Nômade Melides (Grândola)
Muito perto da povoação de Melides e da costa alentejana, o projeto Nômade Melides nasceu da paixão de Bea Drack e Michael Bolik por esta região “no termo da Europa, mas não no termo do mundo”. A unidade dispõe de seis apartamentos. Mas, fica o aviso: “Por obséquio, não nos solicite o quarto mais bonito! Cada um é dissemelhante, todos são muito confortáveis, para estar muito à vontade.” Por outras palavras, cada um tem a sua decoração e personalidade, com muitas peças originais, outras oriundas de feiras e viagens pelo mundo. Para além de se assumir porquê um refúgio, oriente é também um espaço colega do envolvente: “A lar é construída com fardos de palha, o reboco das paredes é de barro e cal, a chuva quente é produzida por vontade solar e sai do nosso próprio poço”. A piscina também é biológica, muito porquê a quintal, que fornece a cozinha. Preços desde €80, para ocupação dupla. Tapume do Barranco, Melides, Grândola. Tel. 269 979 060

Refúgio do Monte (Odemira)
A receber desde março, o Refúgio do Monte localiza-se a poucos quilómetros de Odemira e da praia da Zambujeira do Mar. De envolvente familiar, a oferta de alojamento é feita com seis quartos e duas suítes, que podem albergar até quatro pessoas. Batizados com nomes de aves que habitam a região (Pintassilgo, garça, guarda-rios, águia, mocho, coruja, rouxinol e falcão), os quartos e suítes respiram luz e conforto, onde não faltam algumas comodidades modernas porquê piso radiante e wi-fi. Bar, sala de estar, cozinha partilhada e piscina completam a oferta. Siga os trilhos de invenção, a pé ou de bicicleta. A partir de €80. Herdade do Malhão Pardo, Boavista Dos Pinheiros, Odemira. Tel. 912789005

Leia mais:  Carmo’s Boutique Hotel: quando o luxo se reinventa em tempo de pandemia

Vinha do Gaio – Agroturismo (Monchique)
Oficialmente inaugurada no dia 29 de julho, esta unidade de turismo em espaço rústico presta homenagem ao pretérito agrícola, agora renascido pela mão de um bisneto da família fundadora desta quinta, com dois hectares, no sopé da serra de Monchique. A lar foi recuperada e ganhou contornos contemporâneos. A decoração é simples, porquê que indiciando que é no exterior que melhor se absorve a núcleo deste projeto, nomeadamente através das árvores de fruto e da magnífica vista panorâmica, que alcança o mar do Algarve. Dispõe de seis suítes, com varanda, batizadas com nomes de aromáticas, porquê Poejo, Segurelha ou Alecrim. Na Vinha do Gaio – Agroturismo pode participar nos trabalhos relacionados com a lavradio biológica ou em workshops de reciclagem orgânica e horticultura, entre outras. Desde €75. Cortes, Casais, Monchique. Tel. 282 912 600

E Mais!
Inspirações de verão: Conheça os novos hotéis do Douro
Boa Leito: Novos hotéis para saber no verão
Hotéis rurais: Refúgios de verão no Alentejo

Acompanhe o Boa Leito Boa Mesa no Facebook!
*Levante texto foi escrito nos termos do novo convénio ortográfico.

Você está assistindo: Turismo rural: No campo, mas a dois passos do mar

Natividade:https://portowords.com

Categoria: viajar

Leave a Reply